quarta-feira, 20 de outubro de 2010

ELE VEIO PARA "MATAR, ROUBAR E DESTRUIR"... MAS "ELE" QUEM? - POR PAULO CILAS


Claro que se eu fizer essa pergunta, na maioria dos lugares a resposta imediata é: O diabo. Alguns "juram de pé junto" que está escrito na Bíblia "o diabo veio para matar, roubar e destruir" no texto de João 10.10. Mas fato é que no verso não está escrito "o diabo", mas sim "o ladrão". E ainda que a pecha de ladrão, de assassino e de destruidor caiba bem no diabo vejo nesse verso, dentro do contexto geral do capítulo 10, que não é bem dele que Jesus está falando.

Lendo a ilustração no início de João 10 vemos no discurso de Jesus sobre o Bom Pastor, que é Ele mesmo, uma menção aos mercenários. No verso 8 Jesus descreve os que vieram antes dele como ladrões e salteadores. No 12 ele diz que o mercenário vê vir o lobo e abandona as ovelhas e foge. No 13 foge porque ele não é o pastor, porque ele não tem cuidado das ovelhas, porque ele só tem compromisso com seus próprios ganhos.

Sendo assim tal declaração de Jesus talvez nunca teve cumprimento tão definitivo quanto nos dias de hoje em que muitos não tendo compromisso nenhum com as ovelhas, cuidado nenhum com elas verdadeiramente estão matando a fé e a identidade individual - porque muitos estão se tornando massa manobrada em nome de uma fé cega de chavões e crendices. Muitos estão roubando tempo de vida, dias de trabalho. "Ovelhas" pensam trabalhar para o reino de Deus, mas na verdade estão gastando seu trabalho e esforço para edificação de reino de homens.
Ah! Mas roubam dinheiro também, e como!
Estão destruindo a convivência, a harmonia, a unidade, a humildade. Muitos estão levantando as bandeiras de seus líderes, de suas denominações deixando de viver a fraternidade, a comunhão e o amor ao próximo. Outras destruições seguem a essas: destruição da esperança, da fé, do bom testemunho. Pessoas acabam decepcionadas com a carreira cristã. Outras, alienadas, só conseguem andar conduzidas por amuletos e muletas e não conseguem uma vida pessoal diante de Deus.

Claro que não é tão simples escrever ou ainda aceitar o que estou escrevendo. Ouvi de um aluno há muito que com essa afirmação eu estava jogando fora anos do conhecimento bíblico dele. Ouvi de outro enquanto líamos o texto juntos que compreendia o que eu explicitava, no entanto que era difícil abrir mão da ideia de que era o diabo que veio matar, roubar e destruir. E o mais curioso é que muitos que matam, roubam e destroem mencionam sempre o nome do diabo.

Sei que pregadores, muitos dos quais eu admiro, pregam que o diabo é a personagem da matança, os ouço até no púlpito da igreja onde estou, mas mesmo assim insisto: Lendo Jesus falar sobre os enganadores em diversas ocasiões, o mesmo acontecendo com Paulo, Pedro e João que também fazem menção de oportunistas que têm como "deus" seu próprio ventre e que buscam sua própria glória e não a de Deus, não vejo outra interpretação senão a que está bem claro no texto. E, se no capítulo 10 de João há um papel para o diabo, é a figura do lobo.

Então bendito é o que ouve a palavra do Bom Pastor e que reconhece a sua voz. Esse é guardado dos ataques. Mas o que dizer dos que tem ouvido a voz dos mercenários? Ficarão à mercê do lobo.

Assim penso e assim estou seguro: Ainda, repito, que pela sua fama é fácil chamar o diabo de matador, roubador e destruidor, escrevo com convicção que Jesus está falando de homens maus que dizem querer cuidar de ovelhas. Que a inspiração desses é o maligno não tenho dúvida pois normalmente os tais são soberbos,ainda que muitas vezes em capa de humildade, gananciosos, mas se dizendo visionários, e sem freio entretanto, se dizendo conquistadores. Penso que é desses que Jesus está falando.

Ps. O bom livro "Esgotamento Espiritual" de Malcom Smith que li há  mais de quinze anos, traz algo sobre o assunto.